Últimos artigos

Como abrir um negócio com pouco dinheiro

Uma das principais barreiras que todo empreendedor passa ou certamente irá passar ao abrir um negócio é com relação ao capital. A depender da ideia a ser colocada em prática, é preciso juntar uma boa quantia para dar início ao empreendimento, sendo possível assim, abrir um negócio com pouco dinheiro. Alguns optam por utilizar as economias guardadas, ou seja, recursos próprios, e outros juntam esse valor a empréstimos feitos com parentes, amigos, financiamento coletivo ou junto aos bancos.

Fato é que muitos empreendedores desistem antes mesmo de começar pela falta de recursos, algo muito comum aqui no Brasil. Ainda mais em épocas de economia desacelerada, em que a organização financeira se mostra um forte instrumento para te blindar da crise.

No entanto, especialistas e empresários que deram certo com pouco ou sem nenhum dinheiro inicial mostram que é possível ter sucesso mesmo investindo pouco.

Se você ainda tem dúvida sobre abrir um negócio com pouco dinheiro, saiba que existem algumas opções que necessitam de quantias bem baixas – e com grandes potenciais de se transformarem em negócios rentáveis. Por isso, buscar alternativas não deve ser um fator para desmotivar o empresário iniciante.

Em geral, aqueles que utilizam recursos próprios para abrir um negócio têm mais chances de “ir para frente” quando o negócio escolhido depende da capacidade do empreendedor de entregar o serviço. Principalmente da sua dedicação.

O primeiro passo é criar um plano de negócios, onde o futuro empresário consegue visualizar melhor o seu objetivo e o que precisa fazer para alcançá-lo, inclusive o “quanto” irá precisar. Isso evita erros, retrabalhos e dinheiro gasto sem necessidade. O plano de negócios é o instrumento para trazer segurança aos empreendedores, em especial àqueles que têm pouco recurso no bolso para investir.

Especialistas são categóricos em afirmar que a falta de dinheiro pode ser compensada por algumas características do negócio pretendido: motivação, inovação e espírito empreendedor por parte do futuro empresário. Não basta só ter uma grande ideia: é preciso conhecer o terreno aonde vai pisar.

abrir um negócio com pouco dinheiro

Abrir um negócio com pouco dinheiro não é impossível: basta se planejar

Dicas valiosas para abrir um negócio com pouco dinheiro

  • Para começar, saiba que é possível crescer com recursos próprios, mas se o resultado não aparece como o planejado, será preciso buscar outras soluções. Pense nas possibilidades de conseguir alguma verba: investidor-anjo, crowdfunding, amigos ou familiares, por exemplo. Além disso, é importante que o empreendedor simule até quando conseguiria tocar a empresa sem precisar recorrer a capital externo. Essa etapa demanda que o empreendedor seja realista e simule tanto um cenário positivo quanto negativo.
  • A sua ideia de negócio deve ser inovadora, e procurar oferecer produtos e/ou serviços que ofereçam algum diferencial aos seus clientes. Essa é a linha que a maior parte dos empreendedores seguem até atingir o sucesso: a concepção de negócios que nunca foram executados por ninguém. Mas claro que isso nem sempre acontece na prática. O que importa mesmo é ser melhor que a concorrência. Como? Melhorar aquele produto ou serviço que o concorrente oferece. A forma mais básica de aplicar isso é através da diferenciação no preço. Quanto menor, melhor. Além disso, seu produto ou serviço deve ser o melhor – ou, ao menos, oferecer o melhor custo-benefício do mercado.
  • Se a ideia dos sonhos ainda não veio, faça uma reflexão sobre as suas habilidades. Você quer abrir uma lanchonete, mas não sabe cozinhar? Tem um sonho de abrir um restaurante, mas não gostaria de trabalhar durante os finais de semana? São perguntas que parecem óbvias mas são extremamente importantes de serem analisas previamente. Ter certeza de qual é a sua competência ou nível de conhecimento sobre o mercado é essencial para que o negócio seja um sucesso.
  • Como complemento ao plano de negócios que falamos no começo, é interessante que você também saiba se o mercado irá aceitar o produto ou serviço. Essa resposta pode ser encontrada através de uma pesquisa de mercado como estratégia de negócio.
  • Prepare-se para ser um “faz-tudo”. Ao abrir sua empresa, você vai ter que lidar com finanças, com gestão de funcionários e fornecedores, venda direta, falar em público, gerenciar redes sociais, e uma porção de outras atividades. Para quem está começando essa é a realidade: acúmulo de funções. Isso porque muito provavelmente sua empresa não terá dinheiro para contratar especialistas em todas essas áreas.
  • Prepare-se para acione o seu networking, afinal de contas, ter uma boa rede de contatos é essencial para qualquer empreendedor. Além de possíveis parcerias, empresários do seu setor de atuação podem fornecer informações precisas do mercado e detalhes de como é lidar com o negócio no dia a dia. Dessa maneira, é possível administrar o capital que o empresário tem de uma maneira mais inteligente. Quando for empreender, fale com seus amigos, empregadores e familiares. Eles poderão te ajudar. Se você não tiver êxito, mexa-se para criar sua própria rede de contatos. Pesquise quem poderia trabalhar com você e “bata na porta” deles.
  • Vamos bater mais uma vez a tecla do planejamento para evitar erros no futuro. Nesse sentido, um outro tópico importante a ser lembrado é a busca por capacitações antes de começar. Cursos, workshops e especializações que podem auxiliá-lo até que você tenha tenha um montante suficiente para abrir o próprio negócio.
  • Invista na divulgação do seu produto ou serviço, quando já estiver operando. Para isso, nem é preciso ter uma estrutura física, como uma loja. Hoje em dia é possível divulgar o seu serviço ou produto com pouco recurso e começar a vender sem ter uma loja física. Como? Investindo na internet e através das redes sociais, que têm se mostrado ótimos instrumentos de venda. Criar uma página no Facebook, publicar fotos no Instagram ou interagir no Linkedin são práticas que podem ser adotadas para que o seu negócio já nasça com clientela. Dependendo do caráter inovador do seu negócio, você ainda pode conseguir atenção da grande mídia para divulgação, sem custo.

Ideias, inspirações e sugestões de negócios de baixo investimento

A seguir, algumas dicas de negócios que requerem pouco capital inicial para aqueles que querem empreender.

  • Comércio Online – Muitas vezes, precisa apenas fazer um website no segmento que quer atuar e divulgá-lo. No entanto, é preciso pensar bem antes de empreender, já que a concorrência na maioria dos segmentos virtuais é muito grande.
  • Entregas – Serviços simples de entregas, como os prestados por motoboys, podem ser iniciados com pouco capital – apenas o veículo e divulgação. No entanto, não deixe de regularizar o negócio antes de iniciá-lo.
  • Comidas prontas – Há mercado para comidas prontas, sejam refeições ou comida premium (para cafés e bares). Este é um negócio que pode se iniciar em casa. Mas além do talento para cozinhar, é preciso criar uma rede contatos. É possível, também, prestar serviços a domicílio para festas, preparando churrascos, massas, dentre outros.
  • Serviços domésticos – Existem outros serviços, além da faxina, que também podem ser prestados por empresas: serviços de cozinheira, organização, babá, cuidadores de idosos, dentre outros.
  • Design gráfico – Tendo a competência necessária e uma rede de contatos – ou divulgação adequada –, este é um trabalho que pode ser feito em casa.
  • Artesanato – Quem tem o dom para artes pode confeccionar produtos. A venda pode ser feita de porta em porta, exposições em locais gratuitos, online, entre outros.
  • Transporte escolar – Desde que se tenha um veículo adequado e a empresa obtenha todas as licenças necessárias para atuar no ramo, este é um nicho aquecido.
  • Costura – Este é outro nicho no qual se pode trabalhar em casa. É preciso apenas divulgação e um bom trabalho para garantir a indicação boca a boca.
  • Aula particular – Caso se tenha boa expertise, esse também é um negócio que pode ser tocado em casa ou na casa dos alunos.
  • Organizador de eventos – Este é um nicho que nem sempre exige muito capital inicial, principalmente se o profissional começar organizando eventos menores.

Mais dicas para montar um negócio com pouco dinheiro (e com sucesso!)

  • Se você era empregado, esteja consciente que a rotina não será mais a mesma. Tudo agora dependerá de você. Lembra que falamos que os negócios em que o seu esforço é grande tem mais chances de darem certo?;
  • Tenha cuidado ao eleger um sócio, pois a parceria vai durar por muito tempo e é fundamental para o sucesso do empreendimento; Não queira se arrepender depois;
  • Liste os principais problemas do dia a dia nos primeiros dias do negócio, crie soluções simples e até automatizadas porque seu tempo será escasso com o avançar dos meses;
  • Esteja atento às atitudes que te impedem de poupar dinheiro. Da mesma forma que é importante poupar, também é importante não se endividar para que isso não interfira no planejamento e crescimento do negócio;
  • Separe um dinheiro para suas despesas pessoais antes de começar o negócio;
  • Esteja sempre em conformidade com a lei. Essa dica vale tanto para o seu negócio quanto para seus fornecedores;
  • Saiba quais são e como administrar melhor os principais impostos do seu negócio
Como abrir uma empresa com pouco investimento

Como abrir uma empresa com pouco investimento

Recapitulando e concluindo

Você viu aqui:

  1. A importância de um plano de negócios, pesquisa de mercado e muito conhecimento antes de iniciar o negócio;
  2. Ajuda nunca é demais. Procure especialistas, fale com professores, pesquise na internet e leia muito sobre o ramo do seu negócio;
  3. Quanto mais vontade de aprender coisas novas e de realizar tarefas difíceis você tiver, mais chance terá de alcançar o sucesso.

E ai, o que achou do artigo? Abrir um negócio com pouco dinheiro não é nenhum bicho de sete cabeças. Pintou alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Utilize o espaço dos comentários para dizer o que achou.

Aproveite ainda para dar uma olhada em um outro artigo que fizemos, que tem tudo a ver com esse assunto: Principais startups da atualidade – e o que você pode aprender com elas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>