Últimos artigos

Redes sociais para empreendedores e o que cada uma delas exige de você

Já falamos muito aqui sobre redes sociais – como ganhar e não perder seguidores, regras de etiqueta para não sair queimado com chefes e recrutadores e até quais são os influenciadores mais atuantes nas principais mídias do momento.

Pois bem. Já ouviu falar em redes sociais específicas para empreendedores como você?

O Linkedin não é o único, apesar de ser o mais famoso e conhecido de todos.

As redes sociais para empreendedores vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios. Elas têm crescido e começam a funcionar como fonte de informação para quem deseja montar seu próprio negócio, além de ser um espaço perfeito para discutir assuntos relacionados aos negócios e/ou aproximar empreendedores, parceiros e investidores.

Muito mais do que conseguir apenas curtidas no Facebook, Linkedin, Twitter, Instagram, ou outras redes sociais massificadas, os empreendedores ganham muito ao apostar em comunidades especializadas, criadas especialmente para colocar em contato com fundadores, empresários ou investidores, peças fundamentais do universo do empreendedorismo.

No Brasil ainda temos poucas redes sociais para empreendedores, na verdade uma só pelo nosso levantamento. No entanto, a tendência é que as redes estrangeiras, percebendo o potencial do nosso mercado, acabem criando versões também em português.

Você vai descobrir aqui o potencial de redes sociais com foco em empreendedorismo, já que a maioria delas parece servir apenas para ser visto e fazer networking. Aprenda a extrair o máximo de cada uma delas!

64_redes_sociais_para_empreendedores2

Principais redes sociais para empreendedores

1. LinkedIn – www.linkedin.com (em português)

O Linkedin é uma rede completa, tanto para quem busca desenvolvimento profissional quanto para empreendedores. Já falamos aqui sobre a sua importância enquanto estratégia de marketing para um negócio ou marca, e também quais os cuidados devemos tomar enquanto usuário dessa rede.

Embora seja vista por muita gente como um lugar para que está a procura de emprego, o LinkedIn é também um grande ambiente de negócios e contatos para empreendedores, com muitas ferramentas interessantes.

Através de grupos de discussão específicos do seu nicho de mercado ou de profissionais com trajetórias semelhares, é possível construir um bom networking e se inspirar no que outras pessoas estão fazendo.

2. Empreendemia – www.empreendemia.com.br (em português)

A Empreendemia é uma autêntica rede social brasileira com foco nos empreendedores. A rede reúne mais de 40 mil empresas e quase 3 mil negócios fechados.

Lá você pode criar sua vitrine de produtos e serviços, entrar em contato com possíveis clientes e fornecedores, trocar cartões, pedir orçamentos e fazer novos negócios em um ambiente web bem organizado e de fácil navegação. O melhor é que é 100% brasileiro.

3. Hook biz – www.hookbiz.com (em português)

Lançada em 2014, a Hook Biz é uma rede social de origem portuguesa, na qual os empresários e os empreendedores de todo o mundo se podem registar gratuitamente. Lá todo mundo fica ligado em uma comunidade virtual de clientes e fornecedores, facilitando a realização de novos negócios e também promovendo a internacionalização das empresas portuguesas.

Criada por uma startup de mesmo nome, a Hook Biz é uma rede social orientada pela procura de serviços, onde se pode inserir pedidos de propostas e encontrar respostas de várias empresas, obtendo os melhores negócios.

A ajuda na internacionalização é também um objetivo desta rede social que foi concebida especialmente para startups, micro, pequenas e médias empresas que se debatem com dificuldades para entrar em novos mercados.

4. Womenwinwin – www.womenwinwin.com (em português)

Há pouco mais de 2 anos, o portal Womenwinwin.com tem como objetivo a criação de uma comunidade online de mulheres empreendedoras onde, através de um registo gratuito, podem criar o seu próprio perfil e interagir com todos os membros desta espécie de rede social ultra especializada e pensada a 100% para as mulheres com iniciativa empresarial.

Além de fazerem parte desta comunidade, na plataforma Womenwinwin.com as empreendedoras podem apostar no ‘networking’ e aumentar a rede de contatos, dar a conhecer a sua empresa e ler os de outros negócios de sucesso, ter acesso a um programa de ‘mentoring’, avaliar o seu perfil de empreendedora, usufruir de consultoria gratuita, entre muitas outras ferramentas disponíveis.

5. Perfect Business – www.perfectbusiness.com (em inglês)

Bem mais simples que as outras redes, o Perfect Business reúne conteúdo relevante em uma comunidade de clientes em potencial, prováveis parceiros de negócios e investidores em diversos segmentos.

Ideal para construir um bom network corporativo, esta rede social para empreendedores também tem parcerias com plataformas de referência, e disponibiliza recursos como um construtor de planos de negócios, vídeos de empreendedores de sucesso, bibliotecas de artigos, e até um centro de investidores.

Há a possibilidade de cadastrar-se com perfis gratuitos e pagos, neste último, com uma mensalidade que garante um acesso mais amplo a todos os recursos do portal.

6. PartnerUp – www.deluxe.com/partnerup (em inglês)

O foco da PartnerUp são empreendedores que estejam buscando recursos e pessoas para oportunidades de negócios. Qualquer um pode participar, e nela é possível pedir ou oferecer conselhos, encontrar escritórios comerciais disponíveis para aluguel e prestadores de serviços para seu negócio.

O grande diferencial desta rede social é o programa de negócios imobiliários MoveUpSM, que auxilia profissionais com dificuldade na busca por um escritório físico para alocar seus negócios.

A PartnerUp também oferece um espaço para pequenos e médios empresários anunciarem seus serviços à comunidade e de chat entre empreendedores.

7. StartupNation – www.startupnation.com (em inglês)

Entre todas as redes sociais para empreendedores pesquisadas, constatamos que a produção de conteúdo relevante é o grande trunfo da StartupNation. Com artigos, fóruns, blogs, seminários e podcasts, os usuários podem adquirir bastante informação para tomar melhores decisões de negócio.

O site oferece ainda uma série de “competições”, como o já tradicional concurso Dorm-Based 20, que premia startups surgidas em universidades, e competições de elevador pitch – a apresentação da empresa no menor tempo possível, entre 30 segundos e 2 minutos.

A comunidade é composta tanto por novos empreendedores como por empresários estabilizados, que contribuem com a geração de conteúdo por meio de experiências práticas.

8. The Funded – www.thefunded.com (em inglês)

O The Funded é uma comunidade on-line de empreendedores que pesquisam, classificam e comentam fundos de investimento. Nela o usuário pode visualizar e compartilhar exemplos de contratos, comentários e dicas para auxiliar outros usuários na busca por um bom investidor, assim como discutir a operação de uma empresa com quem já desenvolveu seu negócio próprio.

Ao tornar-se membro (é necessário cadastrar-se para aproveitar todas as ferramentas oferecidas), você tem acesso a perfis detalhados de fundos de investimento, com especialidades e padrões, investimentos de referência e critérios de investimentos, além de dados de contato de fundos de capital de risco.

9. Cofoundr – www.cofoundr.co (em inglês)

A rede social Cofoundr reúne formadores de opinião, entre empreendedores, programadores, web designers, investidores e executivos de sucesso. Ao contrário da maioria das redes sociais, o Cofoundr é estritamente privado, e o usuário sequer visualiza outros perfis e informações se não for membro registrado.

Um fato interessante, que acaba segmentando o grupo de usuários do Cofoundr, é a necessidade de um e-mail universitário ou corporativo válido, o que significa que estudantes de ensino médio ou usuários mais jovens e/ou desempregados não são aceitos.

O primeiro passo é cadastrar-se, depois é necessário especificar sua habilidades e experiências profissionais e o perfil de pessoas com quem você deseja interagir. Em seguida, você está apto a postar suas ideias nos fóruns de discussão e iniciar seu network.

10. Biznik – www.biznik.com (em inglês)

Para quem considera redes sociais corporativas algo formal e engessado, o Biznik pode ser uma boa pedida. Eles mesmos se posicionam como uma rede social “não cansativa”, afirmando que ali o usuário não encontrará seus familiares e amigos, mas parceiros que possam ser proveitosos no desenvolvimento de seu negócio.

A comunidade é composta por freelancers, CEOs e, sobretudo, profissionais autônomos. Como poucas outras redes sociais, é um ambiente mais voltado ao compartilhamento de ideias do que à divulgação de currículos.

É obrigatório que todos os membros se cadastrem com dados verdadeiros, e a equipe do Biznik de fato monitora e revisa perfis para garantir essa política, conforme avisado já na primeira frase legível de sua homepage.

Eles trabalham com três “níveis” de perfis, entre “basic” (gratuito), “active” e “supporting” (estes com custos mensais, sendo que o último garante mais visibilidade).

Além das redes sociais para empreendedores, veja quem começar a seguir

Para finalizar, veja esse levantamento que o site E-commerce do Uol fez. Lá estão 20 empreendedores interessantes para começar a seguir nas redes sociais.

Essa é uma proposta interessante, já que muitos dos empreendedores que são referência no Brasil e no mundo têm perfis ativos nas principais redes sociais e compartilham seus pensamentos diariamente nesses canais.

64_redes_sociais_para_empreendedores1

Resumo

Você viu e concluiu aqui que:

1) O Linkedin definitivamente não é a única rede social para empreendedores;

2) De longe, as redes sociais com foco no empreendedorismo vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios;

3) A tendência é que as redes estrangeiras, percebendo o potencial do nosso mercado, acabem criando versões em português para a maioria das opções que mostramos. Por isso, não perca tempo e comece já a se familiarizar!

E ai, tem alguma outra rede social para empreendedores que você conheça e queira indicar para outros leitores aqui do EmpreendedorX? Utilize o espaço dos comentários abaixo e diga o que achou do artigo! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>