Últimos artigos

O relacionamento íntimo entre a criatividade e o empreendedorismo

Criatividade e empreendedorismo têm uma relação muito forte. Eles até parecem ser a mesma coisa, mas na verdade, são distintos. Criatividade vem de criar, que significa “dar origem a”, “produzir”, “inventar”. Empreendedorismo, basicamente, é o termo utilizado para a iniciativa de dar início a uma organização, seja ela inédita ou não. Ser empreendedor significa ter coragem, determinação, comprometimento e muito esforço pessoal. Assim, o empreendedorismo não exige necessariamente que a pessoa seja inovadora, criativa. Já a inovação exige do inovador o espírito empreendedor. Aí está a principal diferença. Como potencializar então essa relação, para que as duas coisas caminhem juntas?

 Conhecimento e criatividade

Onde houver conhecimento será possível inovar, pois o conhecimento é a matéria-prima das novas idéias. O indivíduo criativo é alguém com bagagem de conhecimentos. Todas as vezes que se aprende algo novo, mesmo que seja um ponto de vista diferente sobre um assunto já conhecido, a mente se abre, possibilitando novas experiências e claro, novas idéias surgem. É possível desenvolver, e muito, o poder criativo de uma pessoa com atividades educacionais, prática e treinamento! Existem sim pessoas que têm mais potencial do que outras. Mesmo assim, o alinhamento da propensão ao treino e ao desenvolvimento, traz ótimos resultados.

Os empreendedores e os inovadores precisam ter como premissa a interdisciplinaridade ao estudar um assunto, ganhar conhecimento e informação. Da mesma forma, para melhor utilizar a sua imaginação, eles precisam ter um espírito livre, a mente aberta aos novos conceitos, às novas tecnologias e às novas formas de trabalhar. A verdadeira chave para se tornar criativo está no que se faz com o conhecimento. São as atitudes que definirão se o indivíduo é mais ou menos criativo e é em torno das suas atitudes que o empreendedor desenvolve e amplia seu potencial criativo.

Planejamento

Parece contraditório pensar em planejamento onde a discussão está em torno da criatividade. Mas sem um pensamento mais prático, mais voltado ao mercado, a idéia não segue adiante, afinal, planejamento é palavra de ordem no empreendedorismo. É preciso desenvolver um senso maior de organização. O planejamento também é fundamental para que a criatividade floresça e que a força empreendedora seja mais bem utilizada. Ficar esperando que uma idéia ótima lhe apeteça do nada não é algo rentável. Muitas vezes a necessidade de produzir vem sem que estejamos inspirados. E, quando ela surgir, não adianta achar que, porque a idéia foi sua e, como consumidor, ela lhe parece genial, ela vai ser um negócio de sucesso. É preciso pensar nela como um negócio efetivo.

É necessário, como em qualquer negócio, identificar o comprador, entender sua disposição para trabalhar em uma determinada área para o resto da vida e vislumbrar a aceitação do produto perante o consumidor. São questões que sempre devem ser pauta. Outro aspecto importante é relativo à atenção do empreendedor à sua inovação. Se você lançar uma inovação e não se mantiver atento e ligado a ela, a mensagem que ficará para todos é que tal inovação não é importante nem para você, tampouco para seus funcionários e para a empresa. Criador e criatura precisam estar em equilíbrio.

criatividade-uniao

criatividade-uniao

Os criativos estão constantemente vislumbrando novas oportunidades, mercados ainda não criados, demandas que ainda não aconteceram. Isso muda completamente a maneira de estrutura do negócio, pois estes negócios criativos pensam em produtos e serviços que possuem um valor agregado especial e muitas vezes intangível, se vistos com o viés do “modelo padrão” de negócios. Ao encontrar soluções constantes para os problemas, inicia-se a construção de novos produtos ou serviços. Essas invenções são frutos de inovação, de algo inédito ou de uma nova visão de como utilizar coisas já existentes, mas que ninguém antes ousou olhar de outra maneira.

O despertar

A fim de despertar esse espírito criativo, é necessário romper com uma barreira interna inerente ao ser humano, a certeza que de que não há mais nada novo a ser criado e que já não exista no cotidiano das pessoas e das empresas. Como já visto, o empreendedorismo rompe com o este paradigma possibilitando ao ser humano, infindáveis oportunidades de recriar não somente ao seu ambiente, mas a toda uma sociedade é uma idéia de melhoria contínua.

Não existe fórmula mágica para criar um produto de sucesso. Muitas vezes idéias brilhantes surgem enquanto você descansa; ou quando deixa sua mente vagar solta enquanto dirige; ou enquanto ouve a música nova do seu artista preferido; e até mesmo vendo alguma bobagem na internet. Seja de forma aleatória ou encontrando oportunidades a partir da demanda de um nicho de mercado específico, suas idéias podem ou não ser boas e dar certo. É claro que, com planejamento, as chances de seu negócio deslanchar são muito maiores.

Um vídeo bastante interessante, sobre uma nova visão do processo criativo é o da Elizabeth Gilbert “Alimentando a criatividade”. Ela fala sobre uma nova visão da criatividade, de como ela talvez não esteja dentro de cada um, e sim “no ar”, e “pega” quem estiver mais propenso a isso, mais preparado. É uma abordagem diferente e interessante de pensar em como as idéias surgem. Apesar dela falar mais sobre o lado artístico, no fim das contas acaba sendo válido para todo o tipo de criatividade, seja a idéia de um livro ou de um bom negócio. Boa reflexão.

Este pode ser o empreendedor que está em todos nós. Pode ser eu, você, ou muitos de nós. O espírito empreendedor permeia a todos que desejam transformar a sua realidade, aplicando a inovação. Quer escrever anonimamente no EmpreendedorX? Envie email para oempreendedor@empreendedorx.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>