Últimos artigos

Empreendedorismo e coaching

O Empreendedorismo pode salvar um homem, uma família, um bairro, uma cidade, um estado, um pais…e o planeta! O espírito empreendedor se compõe de características humanas que, porém, precisam ser estimuladas na maioria das pessoas. Neste artigo será mostrado como empreendedorismo e coaching podem ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Empreendedorismo e coaching

Afeição ao risco, à mudanças, visão sistêmica, planejamento, foco e ação são características que todas as pessoas possuem ou podem aprender.

Conheço muitas pessoas que adorariam empreender e não o fazem por um motivo: medo. Medo de perder o que já conseguiram obter em suas vidas. Por medo de perder o que já tem, abrem mão de buscar obter muito mais. Isso está registrado no cérebro reptiliano que governou o mecanismo de sobrevivência humana quando o homem vivia entre a necessidade de caçar, acumular o que havia conseguido e o medo de se tornar a caça quando era o caçador. Mas isso ocorria há milhões de anos. Hoje os tempos são outros.

Todas as pessoas têm um sonho, a vontade de realizar algo. E a rotina sempre recebe a culpa de ser a responsável pelas pessoas não buscarem os seus sonhos. Empreendedores sonham, pessoas sonham, logo, pessoas são empreendedoras. Portando, se você tem um sonho, o que acha de arregaçar as mangas e tratar de realizá-lo?

Qual é o seu sonho?

O primeiro passo é responder a essa pergunta: qual é o seu sonho? Montar um novo negócio? Criar uma nova divisão na empresa na qual você trabalha? Desenvolver um novo produto? Formar uma família?

O próximo passo é responder às perguntas abaixo:

  • Por que esse sonho é importante para você?
  • O que você estaria disposto a fazer para realizar esse sonho? Faria qualquer coisa dentro dos limites éticos para realizar seu sonho sem fazer mal a ninguém?

Uma das coisas mais importante que os seres humanos têm são os seus valores. E os empreendedores os sabem muito bem, de forma clara, hierarquizada e criteriosa. Saber os seus valores equivale a ter uma bússola interna que define o que você quer e por que isso é importante. Depois vem o relógio, que te ajuda a definir como fazer e quando.

O coaching pode auxiliar o seu dia a dia

O coaching pode auxiliar o seu dia a dia

Primeiro a bússola; depois o relógio. Mas a maioria das pessoas está com o relógio na frente sem sequer saber da bússola. Por isso, ficam cumprindo tarefas, enchendo a agenda de tarefas, correndo para realizá-las e, ao chegar o final do dia, se sentem exaustas e com a sensação de que nada fizeram de grandioso. Por isso as pessoas usam uma justificativa já muito batida: “não tenho tempo”. Balela! Tempo é o recurso mais bem distribuído e todos temos o tempo necessário para realizar nossas prioridades. Aí é que está o pulo do gato: quais são as suas prioridades? Quem define a sua agenda? Você tem objetivos seus claramente definidos? Alerto: se você não tem seus próprios objetivos claramente definidos, fique tranqüilo que alguém usará a sua força de trabalho para atender aos objetivos dele, desse alguém.

Por isso, levanta e vai! Faça seu sonho se tornar realidade. Defina o que você quer fazer e “por quê”. Trace uma linha do futuro para o presente e se ponha na ponta do futuro com o se já estivesse concluído o seu sonho. Venha voltando se perguntando: “o que fiz imediatamente antes de ter conseguido chegar nesse ponto?” e vá voltando e se perguntando isso.

Para cada tarefa descrita, avalie se ela é:

  • Especifica: torne-a claramente definida
  • Mensurável: crie um indicador para medir a evolução
  • Atingível: porém desafiadora
  • Relevante: que seja muito importante para você, que atenda aos seus valores de vida e existência
  • No tempo: que cada etapa desse sonho tenha uma data para acontecer.

Garanto que, com isso, você será capaz de ver a questão por outro ponto de vista, diferente de como você sempre viu, e poderá decidir por um novo caminho. O caminho do empreendedorismo.

Diretor Executivo INSTIAD. Master Coach & Head Trainer dos programas de Desenvolvimento Humano e Educação Executiva do INSTIAD. Mestre e Doutorando em Administração e professor da FGV, Frankin Covey e FAAP.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>