Últimos artigos

Já pensou em comércio online?

O comércio online para muitos brasileiros se tornou uma fonte de renda extra a ser considerada, devido ao alto índice de vendas e a simplificação de um sistema que é mais burocrático presencialmente. E não pense que este recurso de monetização é para apenas ganhos extras: existem empresas que trabalham apenas na internet. A vantagem graciosa fornecida pelo negócio se insere no acerto de que ambos os lados da moeda saem ganhando. Para o vendedor, a intrísica existência do não pagamento realizado em um espaço físico se torna um bom dinheiro de giro, enquanto que para o consumidor, cada vez mais inteligente e seletivo, tem o poder de oferta e pode escolher exatamente o que precisa, com a comodidade de receber o produto em casa.

Entretanto devido a mazelas geradas por vendedores sem idoneidade e também compradores irresponsáveis, todo cuidado é pouco quando se pensa em comércio eletrônico. Há claros e fortes indícios de que a internet é um ponto de apoio para pessoas sérias que estão dispostas a negociar produtos e serviços. Para se ter uma ideia clara do quanto a internet é poderosa, segundo o site TechCrunch(especializado em noticias sobre negócios e empreendimentos), a previsão para todo o ano de 2011 é de uma rotatividade de U$680 bilhões de dólares, inclusive com uma estimativa de que 38% da população realizará pelo menos uma vez ao mês uma compra online. Portanto se você encherga uma oportunidade, o momento é agora!

 

Por onde começar?

 

Talvez você esteja se perguntando o que pode vender na internet e não sabe por onde começar. Veja, não é necessário, que você tenha uma empresa para começar o seu negócio, existe a oportunidade de você vender produtos já usados para outras pessoas. E não, não precisa ter um site próprio. Você pode começar com sites como Mercado Livre e Toda Oferta. A diferença entre os dois é o trafico de clientes. O Mercado Livre é considerado o maior site de compra e vendas de novos e usados do Brasil, entretanto, possui comissões sobre criação de anúncios e também sobre as vendas. O Toda Oferta, que faz parte da rede UOL(conhecida por sua credibilidade na internet a mais de uma década), exige apenas o pagamento do anuncio – que inclusive é mais barato que o Mercado Livre – e não cobra comissões pelas vendas.

Sabendo dos lugares em que você pode começar a vender, agora você deve saber o que vender. Bem, uma alternativa interessante e que você vai se surpreender descobrindo é a quantidade de itens desnecessários você deve ter em casa. Você não consegue ver algum? Então aplique a filosofia japonesa do 5S em sua vida, especialmente o Seiri, que fará com que descarte muito do que considera inútil e que está entulhado.

Após definido o que é dispensável em sua casa(ou em  seu ambiente de trabalho), você precisa separar esses itens e decidir quais deles tem valor comercial para serem vendidos nestes canais de ofertas(Mercado Livre, Toda Oferta, etc). Roupas de marca que não usa mais? Tenis que também não usa? Instrumentos musicais entulhados? Todos eles tem poder de oferta, pode acreditar. Agora que você já sabe o que vai vender, entramos em outra etapa: as definições de anuncio e divulgação.

 

Como vender o produto e encontrar oferta?

 

Uma coisa que vejo em que muitos iniciantes em comércio eletrônico erram é o fato de não se planejarem e venderem um produto apenas com uma foto horrível, acompanhada com a  implícita falta de informações na descrição do anuncio. Imagine você em uma página de compras na internet e se depara com um IPOD usado(por um preço relativamente baixo), sem fotos e sem descrições de quanto tempo de uso, de funcionabilidade e informações completas sobre o produto? É claro que você não vai comprar.

Uma dica importante é você fazer uma pesquisa no site sobre a categoria do produto, antes de fazer o anuncio. Lá você poderá aprender como anunciar o seu produto, o tipo de linguagem usada, a formatação e as imagens anexadas. É uma verdadeira aula de marketing. O comercio digital vai te trazer a  oportunidade de aprender habilidades que antes não tinha, como por exemplo: Marketing, atendimento ao cliente e estratégias de vendas. Conceitos que, na rua, o que é mais provável, você deveria aprender em trabalhos diferentes. Aqui você vai aprender tudo de uma vez, na prática.

Segue o exemplo de um anuncio ruim e que muito provavelmente o vendedor não terá retorno:

 

O rei das vendas tabajara

 

O primeiro erro se refere a qualidade das fotos. Veja, o mercado livre reserva um sistema para hospedagem de fotos, entretanto a qualidade das imagens hospedadas no mercado livre não é boa, então você deve anunciar imagens com qualidades melhores na descrição do anuncio, para que o cliente veja bem os produtos e se sinta confiante de que ele vai comprar algo e receber exatamente aquilo em casa.

O segundo erro está na inexistente descrição do produto. Há informações insuficientes, o cliente precisa saber o histórico do produto, bem como o uso do mesmo. Você nunca irá encontrar efetividade nas vendas se não preparar de maneira séria e honesta as informações da descrição do produto.

O terceiro erro é acometido pela desvalorização do produto na sentença: “abaixei o preço”. Também tome conta de usar um português correto, revise o anuncio quantas vezes forem necessárias em busca de erros de gramática. Tenho certeza que se você ler um anuncio com erros gramaticais vai considerar que a pessoa que vende não é séria e não tem cuidado com o que trabalha.

 

O que é considerado um anuncio bom? Clareza nas informações, fotos bem perceptíveis, honestidade. O anuncio a seguir segue estes critérios:

 

Objetividade

 

A primeira coisa a se pensar: O título do anuncio. Você precisa ser objetivo no título, mostrar apenas as informações importantes sem redundâncias. O anuncio em exemplo respeita estes critérios fornecendo as informações de maneira simples e clara.

 

Clareza nas informações

 

O segundo ponto positivo se trata na clareza das informações. O anunciante faz questão de deixar claro as condições do produto, a quanto tempo eles foram fabricados e sua história. Isso é ser um vendedor responsável e honesto com seus clientes.

 

Boa qualidade de imagens

O terceiro ponto e não menos importante se trata da qualidade das imagens, que estão ótimas. Você pode ver muito bem todas as características do produto e até mesmo detalhes que não veria em um anuncio que não preserva imagens nítidas dos produtos.

Portanto, antes de começar a vender, comece fazendo um planejamento de estruturação de anuncio, analisando anúncios de outros vendedores e possíveis erros que cometam. Tenho certeza que você será destaque no setor que pretende vender, pois se preocupou em evitar erros e ser claro e objetivo em suas criações.

 

 

Blogueiro, entusiasta do marketing digital e apaixonado por Psicologia. Quer compreender o verdadeiro significado da expressão "Viver em excelência". Sua meta é viver com qualidade ajudando várias pessoas. E claro, ganhando dinheiro com isso. Confira meu perfil Google+.

4 comentários

  1. Cara tudo que você falou está certo, porém eu vendi apenas pela reputação que tinha no ML(meu anúncio tava uma porcaria XD), logo, num adianta muito ajeitar o anúncio se você não tem crédito na praça. Fica como dica pra galera que for comprar alguma coisa pela net, OLHE A REPUTAÇÃO antes de comprar! vlw ficou muito bom seu artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>