Últimos artigos

O trabalho pode ser algo que você gosta de fazer

 

Você sabe o que realmente gosta de fazer? Por que não trabalhar com esse tipo de conceito? Veja bem: venda esse conhecimento para outras pessoas: elas adorarão descobrir algo novo por alguém que ama o que faz

 

Algo que realmente me deixa intrigado é sobre até quando uma grande parte da população continuara trabalhando em empregos que não gostam, dia após dia sendo menos produtivos, criando desafetos no ambiente de trabalho e naturalmente retraindo problemas físicos e emocionais. A matemática simplesmente não funciona, está fadada ao fracasso. Algumas vezes o dinheiro é inspirador, talvez uma promoção, ou a possibilidade de trabalhar em um emprego que “pague bem”, mas a que preço? Quantos de vocês não conhecem alguém que ganhava bem, mas ia mal fisicamente e mentalmente? É só conferir os dados recentes publicados pelo TST: foram abertos mais de 500.000 mil processos trabalhistas contra empresas e instituições. Claro que os fatores nem sempre são por insatisfações pessoais, mas é o reflexo de que nem sempre trabalhar em um emprego que paga bem, ou que ofereça segurança, é o melhor caminho. Até quando alguém pode enfrentar esses problemas e enxergar que não fará bem a si mesmo?

 

[youtube]X-sebekyx5Q[/youtube]

(Chega de desculpas, procure o que você realmente gosta)

 

Descubra o que você gosta de fazer

 

 

Analise a situação em que se encontra, pergunte a si mesmo se realmente vale a pena continuar no seu trabalho, ignorando os seus verdadeiros sentimentos. Sempre tenha outras alternativas. Não tenha, se possível, uma única fonte de renda. Distribua seus proventos em vários outros projetos, pois se caso em uma área as coisas estão erradas, você poderá focar-se em outras atividades. A paciência sempre é algo bom na área de investimentos, pense e avalie intensamente sobre investimentos com retornos grandes e garantidos, podem ser verdadeiras furadas.

 

Pense sobre o que você realmente gosta. Pense bem sobre isso. As pessoas que trabalham com o que realmente gostam têm prazer em exercer aquele trabalho. É algo fantástico receber um feedback positivo sobre um trabalho que realizou motivado por suas convicções verdadeiramente pessoais sobre o que você deve fazer a nível de negócios na vida. Você gosta de computação? Por que não se instruir e montar uma empresa através dessa inspiração? Talvez começar a fazer alguns trabalhos free-lancers, para começar. Você é músico? Por que não formar uma escola de música? Ou uma banda? Se envolver com produção de eventos? Se você gosta de vender, já pensou em trabalhar com comércio eletrônico? Todas essas possibilidades podem ser direcionadas e bem realizadas através de sua rede de contatos. Não desista, siga seus sonhos, realize seus desejos. A vida é muito curta para que façamos aquilo que não gostamos e que naturalmente envolveremos pessoas que serão participantes de nossa frustração pessoal. Você não pode deixar que isso aconteça, seus filhos, irmãos, parentes e amigos não merecem que indiretamente você entregue o pior de você.

 

[youtube]1OGhJkbuVSQ[/youtube]

 

Acredito que essa discussão gira em pauta da minha frase do ano, “Viver em excelência”. O que isso significa para mim? Fazer o que realmente gosto, desenvolver projetos de impacto social, que possam abranger setores públicos e privados, fornecendo a solução de problema a terceiros. Almejo projetos que envolvam uma parte da população, que possa solucionar problemas que eles tenham. Atualmente está em desenvolvimento um projeto bem legal que causará um impacto social bastante interessante em Belo Horizonte, se tudo der certo.

 

Viver em excelência. A definição desse conceito é surpreendente.

 

Chegou a hora de você olhar-se no espelho e se perguntar: O que eu faço me traz felicidade?

 

Talvez seja a hora de transformar a sua vida e estar pronto para a felicidade.

 

 

Blogueiro, entusiasta do marketing digital e apaixonado por Psicologia. Quer compreender o verdadeiro significado da expressão "Viver em excelência". Sua meta é viver com qualidade ajudando várias pessoas. E claro, ganhando dinheiro com isso. Confira meu perfil Google+.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>