Últimos artigos

Ser empreendedor ou ter um trabalho fixo?

Talvez seja essa a pergunta mais complicada para um iniciante em trabalhos autônomos. Abandonar o que é aparentemente certo, gera um enorme desgaste e incerteza. “Devo abandonar meu emprego e gerir um negócio próprio”? Pode ser que você já tenha feito essa pergunta, que é bastante normal. O interessante é notar que uma iniciativa já nasceu, a inovação da vida financeira. Este motivo gerador é o mais sério no território inicial dos empreendimentos, sem ele, não existe a possibilidade de empreender.  A pergunta sobre o abandono do emprego e iniciar o que se demonstra ser de alto risco depreende uma necessidade de crescimento monetário e principalmente,desejo pela liberdade.
Somos seres que naturalmente necessitamos de liberdade, em nossa vida pessoal e financeira. Ao longo do tempo, enfrentando o fatídico e habitual trabalho das 8 às 18, é provável que se sinta preso, atarefado e muito provavelmente, tenha um desafeto com o seu chefe. Mas, a necessidade de sobreviver, de pagar as contas, nos faz tolerar qualquer coisa. A idéia de que as necessidades básicas(Agua, luz, comida, aluguel,etc) possam não ser garantidas, extremesse qualquer ser humano. Principalmente, se existir o julgo de outro(familia e amigos) que normalmente comentam: “ele está desempregado, as contas não estão sendo pagas, é um irresponsável”. A pressão sobe a cabeça. Não leve tão a sério estes comentários, foram feitos por pessoas que aprenderam por toda a vida a trabalharem a serviço dos outros, você está optando por ser dono de seu próprio tempo. Você está acima disso.

Que caminho seguir?

 

Posso lhe dizer com toda a certeza que a resposta para qualquer indagação ou sofrimento causado pela iniciativa do empreendimento pode ser respondida com apenas uma única palavra: equilibrio. Se você conseguir manter seu equilibrio, se resguardar em serenidade e completude, nenhum comentário de outro fará diferença em sua vida. Também conseguirá enfrentar com dignidade a possibilidade de não pagar as despesas básicas. Ter medo para enfrentar essas situações é admitir uma vida de covardia e condescendência para com seus verdadeiros anseios.

“A diferença entre ‘RISCO’ e ‘RICO’ é apenas uma letra ‘S’… de SEGURANÇA. Aprenda a viver  sem segurança, ela não é essencial”. Allan Arantes, autor da frase citada, sabia das principais dificuldades do empreendor para definir com tal exatidão como a segurança financeira faz parte de nossas vidas. Abandonar a segurança e partir para um novo e desconhecido empreendimento requer coragem e dedicação. Assumir responsabilidades faz parte da pessoa que arrisca e quer algo melhor para si. Ser responsável talvez seja a maior qualidade dos homens que são livres. Liberdade é responsabilidade por suas ações.

Liberdade e risco

 

Se posso aconselha-lo, diria para confiar em você mesmo, em seu potencial realizador e criador, seja responsável, ousado e tenha principalmente, força de vontade. Se você se dedicar a ter estas qualidades, com certeza se assumir qualquer empreendimento, será um sucesso.

 

 

Sobre Rodrigo Morais

Blogueiro, entusiasta do marketing digital e apaixonado por Psicologia. Quer compreender o verdadeiro significado da expressão "Viver em excelência". Sua meta é viver com qualidade ajudando várias pessoas. E claro, ganhando dinheiro com isso. Confira meu perfil Google+.

4 comentários

  1. Magnífico… representa todos os empreendedores em geral!

  2. Muito show esse artigo. Ao ler, senti-me muito motivado, pois fala de dificuldades que muitos empreendedores passam e dos riscos. Muito legal a forma de olhar para fatos tão complexos de uma forma tão otimista e inspiradora.

    • Oi Luciano,

      Muito obrigado pelo retorno! Este foi um dos primeiros artigos do site e foi muito importante para mim, enquanto escrevi.

      Faça parte da nossa lista de emails, temos várias dicas legais por lá :)

      Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>