Últimos artigos

O que dizem as pesquisas de comportamento sobre sites e lojas virtuais

Já mostramos aqui as técnicas mais avançadas para atrair clientes em sua loja física ou online. Desta vez, vamos ver a fundo algumas estatísticas importantes sobre comportamento do consumidor on-line, algo essencial para você desenvolver e sustentar uma estratégia de divulgação da sua empresa ou marca na internet. Analisando os dados colhidos através de pesquisas de comportamento e suas porcentagens, você poderá obter o máximo de resultados com seu site ou loja virtual.

Empresas, empreendedores e marcas precisam entender de maneira profunda que trilhar o caminho de pesquisa é essencial nos dias de hoje, visto que os consumidores brasileiros passam a ser mais exigentes e sofisticados – além da concorrência, que aumentou em muitos setores.

Obtemos e analisamos neste artigo alguns dados sobre comportamento do consumidor na internet, redes sociais, mecanismos de busca e no uso de ferramentas mobile, como smartphones e tablets.

58_pesquisas_de_comportamento1

O que é uma pesquisa de comportamento

Mas antes de darmos uma olhada nos dados que coletamos, entenda primeiro o que é e como é feita uma pesquisa de comportamento.

Pois bem.

Diferente da pesquisa de mercado, que você pode fazer de graça pela internet, a pesquisa de comportamento é geralmente encomendada por grandes empresas e instituições, que investem em toda uma infraestrutura de coleta e análise de dados.

A pesquisa sobre o comportamento do consumidor nos mostra, por exemplo, como os clientes de um determinado lugar ou faixa etária gostam de comprar, em que épocas ou quais os preços que ele paga. A pesquisa sobre o comportamento do consumidor também pode mostrar quando as pessoas não compram um determinado produto ou não contratam um determinado serviço.

Na pesquisa, é feita uma tentativa de compreender o processo de tomada de decisão do comprador, tanto individualmente como em grupos. Ela estuda as características dos consumidores individuais, tais como variáveis ​​demográficas e de comportamento em uma tentativa de compreender os desejos das pessoas. Além disso, ela tenta avaliar as influências sobre o consumidor de grupos como família, amigos, grupos de referência, e a sociedade em geral.

Agora que você já entendeu um pouco sobre o DNA de uma pesquisa de comportamento, veja o que as estatísticas tem a dizer a você, empreendedor.

1) Pesquisas de comportamento sobre tomada de decisão

Pergunta 1: quais ferramentas on-line os brasileiros usam para pesquisa de compra?

Resposta:

  • 56% – mecanismos de busca
  • 24% – sites corporativos
  • 23% – sites de vendas
  • 11% – sites de vídeo on-line
  • 11% – sites de comparação de preço
  • 10% – redes sociais

Pergunta 2: como é a relação entre pesquisa e compra on-line e off-line no Brasil?

Resposta:

  • 46% pesquisam e compram off-line
  • 45% pesquisam on-line e compram off-line
  • 19% pesquisam e compram on-line
  • 8% pesquisam off-line e compram on-line

Pergunta 3: quais os fatores mais importantes que levam à decisão de compra?

  • 78% – Experiência anterior com a marca/ produto
  • 70% – Amostras de produtos/ demonstrações
  • 66% – Informação na prateleira
  • 64% – Sites de compras gerais (Americanas, Submarino, Shoptime, etc)
  • 63% – Comparação de preços/ sites de desconto (Buscapé, Bondfaro, JáCotei, etc)
  • 63% – Sites de opinião do consumidor (Reclame Aqui, etc)
  • 63% – Cupons promocionais / de desconto
  • 59% – Site da marca
  • 57% – Opiniões de parentes/ amigos/ colegas

Pergunta 4: Qual fator impulsiona a sua compra online?

  • 89% – Entrega grátis
  • 81% – Ofertas diárias/semanais
  • 76% – Descontos em compras grandes
  • 75% – Descontos sazonais (feriados, etc)
  • 74% – Entrega no mesmo dia
  • 72% – Melhores programas de fidelidade
  • 67% – Mais avaliações de usuários
  • 65% – Avaliações profissionais do produto

Análise a partir das respostas:

As pessoas confiam nas informações que obtêm on-line para a tomada de decisão. Aproveite isso com estratégias de marketing digital: produza conteúdo relevante que influencie na decisão de compra e leve você ao topo do Google.

Desse modo, mais usuários encontrarão você nos mecanismos de busca, vasculharão seu site e comprarão lá mesmo ou irão procurá-lo pessoalmente.

2) Pesquisas de comportamento sobre uso de dispositivos móveis

Pergunta 5: como os brasileiros usam celular e tablet para acessar a internet?

Respostas:

  • 47% usam smartphones com maior frequência.
  • 22% igualmente smartphone, computador e tablet.
  • 21% usam mais computador e tablet.

Pergunta 6: quais atividades os usuários realizam tanto no smartphone quanto no computador?

Respostas:

  • 65% – redes sociais.
  • 54% – informações sobre produtos.
  • 50% – mecanismos de busca.
  • 29% – mapas e geolocalização.
  • 19% – vídeos on-line.

Análise a partir das respostas:

Quase metade dos 100 milhões de internautas brasileiros usam smartphone com maior frequência. Por isso, seu site deve ser responsivo, ou seja, compatível com tela de celular e tablet.

A maior parte pesquisa por produtos em mecanismos de busca. Sendo assim, apresente informações completas no seu site para aparecer bem no Google.

Lembre-se de que se seu site não for compatível com mobile, o Google penaliza e você não aparece nos resultados. Outro motivo para você ter site responsivo, caso contrário perderá praticamente metade do seu alcance on-line.

3) Pesquisas de comportamento sobre negócios locais

Pergunta 7: como os internautas procuram por negócios locais?

  • 67% pesquisam on-line e off-line.
  • 22% buscam somente on-line.
  • 7% procuram só off-line.

Pergunta 8: quais ferramentas os usuários usam para pesquisar negócios locais on-line?

  • 80% – mecanismos de busca.
  • 35% – site corporativo.
  • 34% – sites de cupom e descontos locais (como Groupon e Peixe Urbano).
  • 31% – redes sociais.
  • 23% – sites específicos de avaliação e recomendações.
  • 20% – mapas e serviços de geolocalização.

Análise a partir das respostas:

Seu negócio deve estar na internet, pois o público já está buscando por ele. O Facebook então é a ferramenta ideal para isso.

Além de possuir site responsivo, com conteúdo e bem ranqueado no Google, combine sua estratégia com presença em redes sociais e cadastro em sites de geolocalização, como Google Maps e Bing Mapas.

É a maneira mais barata e rápida de aumentar sua visibilidade para o público certo.

O que a nova geração de consumidores espera da sua marca

Mais um dado. O perfil da nova geração de consumidores demonstra um maior interesse pelas informações que são recebidas. De acordo com uma pesquisa feita pela Radar Jovem, a internet é o local de maior audiência entre jovens de 18 a 25 anos – redes sociais (43%), portais (35%), blogs (7%) e mídias tradicionais (TV, jornal e revistas, juntas, com 15%). Muita coisa, né?

Não basta só o produto ou serviço ter qualidade: há todo um conjunto de medidas que se tornam necessárias para determinar uma compra ou aquisição. Veja este outro artigo que mostra quais as exigências que o público têm feito para criar e manter novos padrões de consumo.

Escolhendo caminhos a partir das estatísticas

Tendo essas informações nas mãos, temos que definir como serão as estratégias a serem utilizadas pela sua empresa ou marca.

Para captar a atenção desses consumidores, são utilizadas várias estratégias de comunicação. Veja as mais comuns no mercado brasileiro e, se for o caso, tente adaptar a sua estratégia à alguma delas.

  • A solução para os seus problemas – baseia-se em apresentar um problema que possa atingir ao consumidor e logo depois mostrar o produto como sendo o meio para a solução do mesmo. Exemplos: Desengordurante para acabar com a sujeira no azulejo, iogurtes que ajudam na digestão, etc.
  • Cenas da vida real: Este modelo é o mais utilizado, visa inserir o produto no cotidiano das pessoas e mostrar como ele pode perfeitamente se identificar com o produto. São apresentadas cenas do corriqueiras e pessoas utilizando o produto em questão. Ex: a tradicional família dos comerciais de margarina;
  • Sex-appeal: Esta estratégia foca o erotismo. Geralmente utilizada em comerciais de cerveja, apresenta um ambiente de muito sol, praia, mulheres, diversão e todos ingerindo a tal bebida;
  • Ecologia: Ser sustentável está na moda, então esta estratégia visa destacar a posição da empresa em relação à preservação do ambiente. Ex: Projetos ecológicos patrocinados por instituições financeiras;
  • Nostalgia: Fatos acontecidos no passado que tenham relação com o produto apresentado, podem emocionar os consumidores;
  • Depoimentos positivos: O testemunho de algum formador de opinião pode ajudar os consumidores na hora da decisão da compra. A imagem do formador acaba ficando mais forte do que o produto em si. Ex: Atrizes que fazem comerciais de shampoo.

Independente da abordagem utilizada, sempre existirão mais possibilidades de atingir um maior número de pessoas. Elas representam as diferentes formas de sedução pelas quais os consumidores são atingidos.

58_pesquisas_de_comportamento2

Em resumo

1) Nas pesquisas de comportamento do consumidor, são feitas tentativas de compreender o processo de tomada de decisão do comprador, tanto individualmente como em grupos;

2) As pessoas confiam nas informações que obtêm on-line para a tomada de decisão. Os mecanismos de busca como o Google e Bing estão no topo das preferências;

3) Quase metade da população utiliza smartphones com maior frequência para acessar a internet;

4) Além de possuir site responsivo, com conteúdo e bem ranqueado no Google, é bom combinar sua estratégia com presença em redes sociais e cadastro em sites de geolocalização;

5) Por fim, estude as novas exigências do consumidor moderno e tente se adequar para sair na frente.

E ai, o que achou das estatísticas mostradas aqui? Já havia percebido alguma delas na prática? Aproveite o espaço dos comentários logo abaixo para dizer o que achou e contribuir para a criação de artigos ainda mais relevantes para você e para seu negócio. Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>