Últimos artigos

Parem de mimar os ricos, diz Warren Buffett

 

O pai da especulação de investimentos, Warren Buffett, disse exatamente: “Parem de mimar os ricos”. A sua justificativa, era em relação a declaração de imposto de renda. Proporcionalmente, ele pagava(e paga) menos imposto que seus próprios funcionários!

(Tradução Livre por Rodrigo Morais)

NOSSOS lideres nos pediram para “compartilhar o sacrifício”. Mas quando eles nos pediram, eles na verdade nos pouparam. Eu conferi a posição dos meus amigos mais ricos para aprender que tipo de sofrimento eles estavam passando. Eles, também, ficaram praticamente intocados.

Enquanto os pobres e a classe média lutam por nós no Afeganistão, e a maioria dos americanos lutam pelas despesas básicas, nós, “mega-ricos”, continuamos tendo nossas extraordinárias concessões no imposto de renda.

Alguns de nós são gestores de investimento que obtiveram lucros bilionários no trabalho, mas tem liberdade de classificar os ganhos como “participantes dos resultados”, e a conclusão desta didática é que sua declaração do imposto de renda gira em torno da barganha de 15%.  Outros lidam com nossas “ações futuras”, por apenas 10 minutos e tem 60% de seu lucro líquido taxado em apenas 15%, como se fossem investidores de longo prazo.

Estas e outras bençãos são derramadas sobre nós por legisladores em Washington, que se sentem compelidos a nos proteger, como se fossemos uma espécie ameaçada de extinção. É bom ter amigos em lugares altos.

 

 

No ano passado a minha conta do imposto federal – o imposto de renda que eu pago, bem como impostos sobre os salários pagos por mim e em meu nome – foi de U$ 6.938.744 dólares. Isso soa como um monte de dinheiro. Mas o que eu pago é apenas 17,4% dos meus rendimentos tributáveis – e que na verdade é um percentual menor do que foi pago por qualquer uma das outras 20 pessoas em nosso escritório. Os encargos de seus impostos variaram entre 33% a 41%, sendo a média de 36%.

Se você ganha dinheiro com dinheiro, como alguns dos meus amigos super-ricos fazem, a sua porcentagem pode ser um pouco menor que a minha. Mas se você ganhar dinheiro com um trabalho, o percentual será certamente superior a minha – provavelmente muito.

Para entender o porquê, você precisa examinar as fontes de receita do governo. Ano passado, cerca de 80% destas receitas veio do imposto de renda – pessoa física – e encargos sociais. O mega-ricos pagam impostos de renda à alíquota de 15 % na maioria dos seus ganhos, mas pagam praticamente nada em taxas sobre salários. É uma história diferente para a classe média: normalmente, paga uma alíquota entre 15 e 25% de imposto de renda, e, em seguida, são atingidos com pesadas taxas arrancadas dos salários.

Nas década de 1980 e 1990, as taxas de impostos para os ricos eram muito mais elevados, e minha taxa estava no meio do pelotão. De acordo com uma teoria que às vezes ouço, eu deveria ter deixado de investir por causa dos impostos elevados sobre os ganhos de capital e dividendos.
Eu não recusei, nem outros. Eu tenho trabalhado com os investidores por 60 anos e ainda não vi ninguém – nem mesmo quando as taxas de ganhos de capital foram a 39,9% em 1976-1977 – fugir de um bom investimento sensato por causa da taxa de imposto sobre o ganho potencial. As pessoas investem para ganhar dinheiro, e os impostos que terão de pagar sobre ele nunca os assustaram. E para aqueles que argumentam que as taxas mais elevadas prejudicariam a criação de emprego, gostaria de observar que cerca de 40 milhões de empregos foram criados entre 1980 e 2000. Você sabe o que aconteceu desde então: impostos menores e geração de empregos muito inferior àquele período.

Leia o artigo completo(em inglês) no New York Times

 

Nota do EmpreendedorX:

 

Provavelmente, o que estou falando aqui pode ser um grande devaneio: Por que os mais ricos não podem tomar essa postura, assim como o Warren Buffett? Temos nossas diferenças tributárias com os EUA, mas certamente a logistica dos impostos funciona da mesma maneira que o Brasil. Warren abriu suas contas pessoais, para provar a inconsistência tributária que existe entre os mais ricos, e os mais pobres. Abriu em defesa de um sistema mais igualitário, justo e que procure recompensar devidamente aqueles que não tem as mesmas oportunidades que outros.

Essa posição é o capitalismo surreal(surreal no sentido de justiça para todas as partes) que nós precisamos. Infelizmente, nem todos irão concordar, irão manter seus registros em sigilo e continuar como estão, afinal, não há porque mudar: tudo corre sem problemas.

Pelo menos, até agora.

Será que a atitude do Warren não reflete a posição de alguns poucos mega-bilionários que estão efetivamente preocupados com o desenvolvimento de seus países?

Ou será que esta é uma posição um pouco surreal?

Divulguem esta noticia, afinal, é de interesse público. Os mais ricos dando o exemplo!

Blogueiro, entusiasta do marketing digital e apaixonado por Psicologia. Quer compreender o verdadeiro significado da expressão "Viver em excelência". Sua meta é viver com qualidade ajudando várias pessoas. E claro, ganhando dinheiro com isso. Confira meu perfil Google+.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>