Últimos artigos

Como fazer marketing digital com mais alcance e mais resultados

Se o orçamento de marketing da sua empresa não tem uma verba destinada para ser aplicada nos meios digitais, então é hora de começar a pensar nisso. Isso porque o marketing digital revolucionou a maneira como as empresas se comunicam e interagem com seus consumidores – clientes e potenciais clientes. Mas como fazer marketing digital? Descubra neste artigo qual o caminho a ser percorrido para promover produtos, serviços e marca por meio de mídias eletrônicas.

Atualmente, apostar no marketing digital é uma necessidade, pois certamente a maioria do seu público utiliza a Internet todos os dias. Além disso, a adoção dessa estratégia pode ser a garantia de sucesso para sua empresa.

Vamos lá?

26_orcamento_mkt2

Como fazer marketing digital x Como se fazia marketing tradicional

Hoje em dia é bem mais fácil para o pequeno e médio empresário investir e marketing e publicidade, por uma facilidade maior de acesso a recursos que antes eram exclusivos de quem tinha mais dinheiro para pagar. O marketing digital é atualmente a maneira mais econômica de promover produtos ou marcas, pois sua execução não demanda muitos recursos.

A dúvida entre usufruir do marketing digital ou do marketing tradicional é uma discussão que gera muitas dúvidas. Fato é que se há a possibilidade dos dois canais funcionarem juntos, o marketing será muito mais forte e bem sucedido.

Mas como dinheiro não está nascendo em árvore, em especial em épocas de recessão econômica como a que estamos vivendo, vamos focar aqui na possibilidade de aproveitamento maior que o marketing digital oferece.

Isso se mostra ainda uma tendência: algumas pesquisas indicam que, nos próximos anos, cerca de 75% do orçamento de marketing das empresas será voltado para o meio digital.

As opções de personalização que aparecem com o marketing digital são extensas, possibilitando até um controle maior sobre suas ações de divulgação. As análises feitas conforme o andamento das estratégias online permitem que o impacto de suas campanhas sejam acompanhados. Esse sistema é muito mais prático e eficaz do que outros meios off-line, além de mais barato. Isso pode ser feito através do acompanhamento do que o seu público quer e quem ele é – por exemplo, quem chega até seu site, de onde ele vem? Qual sua idade? Quais as palavras-chave usou ou procurou?

Há uma infinidade de resultados que podem ser obtidos através de uma campanha direcionada na internet, enquanto campanhas feitas por meios tradicionais são mais difíceis de serem mensuradas. Hoje estima-se que mais de 90% dos processos de compra tem início em uma busca online. Por isso, o marketing digital e o marketing de conteúdo vieram para ficar.

As vantagens de investir em marketing digital

Todo esse crescimento que vimos falando é reflexo das vantagens e benefícios que a comunicação digital nos traz. Além do baixo investimento (em comparação, principalmente, aos meios tradicionais de divulgação como rádio, TV e impressos).

O marketing digital permite que os consumidores se comuniquem facilmente com as empresas, facilitando a interação e a obtenção de respostas rápidas e mais assertivas. Quando um consumidor se comunica com uma marca, as duas partes estão criando uma relação de confiança: a resolução de problemas se torna muito mais eficaz, o que deixa os consumidores muito mais confiantes para comprar produtos ou adquirir serviços mais de uma vez – clientes fiéis!

Além disso, certamente as empresas que utilizam marketing digital estão um passo a frente dos seus concorrentes que ainda insistem apenas marketing tradicional – as vezes, ficando restrito à apenas uma fatia do público-alvo.

O marketing digital proporciona um alcance muito mais global (ou segmentado se for o caso), interatividade (gerando mais informações), e alcance de métricas provenientes dos usuários (ingredientes para a criação de novas campanhas).

Desta maneira, empresas conseguem reduzir a taxa de erros e campanhas que não funcionam, e acabam economizando tempo e dinheiro.

E para finalizar, temos a vantagem de tudo na internet ser feito e girar em torno de uma velocidade muito grande. Como na Internet tudo pode ser mensurado em tempo real, os profissionais de marketing podem se adaptar rapidamente de acordo com a performance de uma campanha, evitando assim desperdiçar dinheiro em algo que não está funcionando.

Como fazer marketing digital eficiente – os canais disponíveis

Para uma estratégia de marketing digital gerar uma vantagem competitiva, é necessário compreender também todas as ferramentas disponíveis, com o objetivo de definir o que gera mais resultados com seu público.

1) Via site ou blog – Sites e blogs são os canais mais importantes do marketing digital, pois é através destas páginas que a sua credibilidade e autoridade pode estar sustentada na internet. É a “casa” onde o público vai encontrar tudo que precisa saber – principalmente, onde os visitantes podem ser transformados em clientes. Além do baixíssimo investimento, o conteúdo que será publicado é ditado por você.

Existem ferramentas que estão diretamente relacionadas ao sucesso e divulgação de um site ou blog: o SEM, SEO e PPC. Descubra a diferença e a utilidade de cada uma delas.

2) Via banners e ads – A chamada “mídia display” é o formato mais tradicional de se fazer marketing digital, desde o inicio da popularização da internet. Lembra dos pop-ups? Banners e ads são aqueles anúncios gráficos que vemos em vários sites por aí, principalmente nos grandes portais de comunicação e notícias.

Quando o marketing digital surgiu, os publicitários investiram nesse formato que mais parecia um outdoor dentro dos sites. Até pouco tempo, os anunciantes compravam um espaço publicitário diretamente na mídia eletrônica escolhida, mas com o tempo surgiu as Ad Networks, que são redes centralizadas que distribuem os anúncios em vários sites distintos.

3) Via e-mail marketing – O e-mail marketing continua firme e forte como um poderoso canal de marketing digital. É através dele que empresas e marcas tem contato com seu público, em uma comunicação mais direcionada e com base na autorização (considerando que a lista de e-mails foi construída e não comprada).

Assim como a mídia display o uso de e-mail como estratégia de marketing evoluiu muito com o tempo. Hoje não adianta simplesmente conseguir uma lista gigante de e-mails a qualquer custo e disparar e-mails publicitários torcendo para conseguir uma venda mesmo com uma baixa taxa de conversão. Iniciativas assim já não funcionam mais como antes, provavelmente seu e-mail cairá em uma caixa de spam. Descubra aqui as técnicas para deixar o e-mail ainda mais potente.

4) Via redes sociais – As redes sociais, como o Facebook, Twitter, Snapchat e Instagram estão aí para a promoção de conteúdo e a comunicação de empresas com sua audiência. No entanto, ao contrário aos blogs, nas redes sociais você não tem 100% do controle – já que a liberdade do público em comentar e avaliar é muito maior (assim como a de transformar uma campanha positiva em negativa).

Por isso, é importante saber lidar com todas elas e aprender a interagir melhor com o público.

5) Via ferramentas de vídeo e streaming – Cada vez mais, usuários da Internet estão consumindo conteúdos em vídeo ao invés conteúdos escritos – muitos deles, com transmissões ao vivo, como na TV. A previsão é de que no ano que vem, quase 70% de todo o tráfego na Internet ocorra em plataformas de vídeo como o YouTube e Vimeo. Muita coisa, não? Por isso, criar materiais em vídeo pode ser uma boa estratégia pois este formato permite a divulgação de conteúdos dinâmicos, interativos e que comunicam uma mensagem de forma rápida. Além disso, vídeos são parte importante de uma estratégia de marketing em dispositivos móveis, pois se adaptam com facilidade ao formato mobile.

Quer bons exemplos? Veja os artigos sobre Youtube Marketing e Periscope Marketing.

6) Outras formas – A todo momento, novos formatos e canais de marketing digital surgem todos os dias na Internet. O Whatsapp é uma dessas novidades que também já ganhou seu espaço no coração dos marqueteiros e publicitários.

No entanto, é preciso tomar cuidado para não cair na “síndrome do objeto brilhante”, que acontece com muitos profissionais de marketing que desejam utilizar uma ferramenta assim que ela é lançada, somente pelo fato de ser novidade. Isto pode levar a perda de tempo e dinheiro se esta estratégia não estiver alinhada com seu público.

50_como-fazer-marketing-digital1

Em resumo

Você viu neste artigo que:

1) O marketing digital é atualmente a maneira mais econômica de promover produtos ou marcas, pois sua execução não demanda muitos recursos;

2) Se há a possibilidade de juntar o marketing digital e o marketing tradicional, o marketing da sua empresa ou marca será muito mais forte e bem sucedido;

3) O marketing digital proporciona um alcance muito mais global, interativo, e com o alcance de métricas eficazes;

4) Por fim, existem diversos canais disponíveis para fazer marketing digital. É necessário, portanto, saber qual se adequa mais à estratégia que você pretende colocar em prática. Pode ser através da criação de sites ou blogs, via banners, e-mail marketing, redes sociais, entre outras formas.

E ai, o que achou do artigo? Tem algum outro aspecto do marketing digital que você acha que também vale a pena destacar? De repente, a sua sugestão pode render um outro artigo de qualidade para o EmpreendedorX. Participe através dos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>